14 março 2016

Cuidados com os pés dos bebés

Após um convite do blog a Mãe é que sabe, que sigo desde que engravidei e da qual sou mega fã, escrevi um artigo sobre os cuidados a ter com os pés dos bebés e respectivo calçado. 
Dessa forma segue aqui abaixo o link para esse mesmo artigo se o quiserem ler no blog original mas também o texto escrito.

Agradeço desde já quer o convite quer a confianças da Joana Gama e Joana Paixão Brás.



O artigo foi o seguinte:


"A pedido das Joanas, deixo aqui algumas dicas sobre os cuidados com os pés dos bebés, e daqueles menos bebés, as crianças que já andam, saltam, correm e se acham uns “crescidos”.

Todas as pessoas gostam de olhar e mexer nos pés dos bebés, porque são muito fofos, pequeninos e bonitos. Ou vá, se calhar sou só eu que, sendo Podologista, gosto particularmente de pés e em especial dos pés da minha filha! No entanto, e por muito bonitos que sejam, merecem especial atenção e cuidados.

Os delicados pés dos bebés vão evoluindo de forma natural desde que mantidos em ambientes confortáveis e com os cuidados necessários. Durante todo o processo de desenvolvimento dos pés, estes devem andar livres e sem pressão de sapatos. Como ainda não andam, não é necessário usar calçado fechado, por mais moles que sejam, a não ser em dias muito frios e chuvosos e caso tenham de sair de casa. Regra geral, o mais indicado são umas meias pequenas, colãs (não escrevo “meia-calça” porque muitas pessoas não iriam entender este termo nortenho de onde sou natural), ou babygrows com pé que também ajudam a proteger, desde que qualquer um destes não seja demasiado pequeno, de forma a impedir os movimentos dos dedos.

É a partir do momento em que começam a gatinhar ou caminhar apoiados a algo ou alguém que podemos calçar um sapato de modo a proteger de objetos no chão, ou do frio, sendo numa fase inicial, o ideal a meia antiderrapante. Os sapatos devem ser maleáveis e nunca de sola dura. Nesta fase é importante que eles sintam as irregularidades do solo, as diferenças de texturas, para que a sensibilidade seja desenvolvida e a própria destreza e o equilíbrio sejam trabalhados. No verão não há que ter medo de os deixar descalços!

Quando as crianças já são mais crescidas e já andam de forma mais segura e sem apoios, aqui sim pode começar-se a usar calçado mais resistente, tendo sempre em atenção a forma como elas andam (em bicos de pés, se tropeçam nelas próprias facilmente - nem sempre isto é sinal que são trapalhões podendo mesmo ser uma patologia - etc.). Após o início do uso de calçado mais duro é importante ver se aparecem zonas mais vermelhas e/ou bolhas por fricção – isto poderá querer dizer que o sapato é demasiado grande ou demasiado apertado.Com o uso de sapatos poderá, também, haver um aumento da transpiração levando ao surgimento de problemas de pele e eventualmente de unhas (unhas encravadas, por exemplo – segredo: corte reto das unhas e sapatos com tamanho e forma adequados).

No que respeita ao calçado, algumas características devem ser tomadas em consideração aquando da compra do mesmo, nomeadamente:

Flexibilidade do sapato – estão proibidos os sapatos demasiado moles e que dobram com facilidade

Rigidez do contraforte (zona do calcanhar) – mais uma vez, nem demasiado moles que colapsem com a pressão lateral dos dedos, nem muito rígidos

Zona frontal (dos dedos) – deverá ceder ligeiramente quando se pressiona na sola, mas sem que a zona da frente, com essa pressão, dobre em demasia

Para aquelas crianças (as mais “crescidas”) que frequentam piscinas, balneários podem também surgir problemas de pele, como as verrugas (facilmente confundidas por calos) e que merecem a maior das atenções pois são vírus e altamente contagiosas. 

Acima de tudo é importante deixar os seus filhos andarem com os pés livres de pressões sejam bebés ou mais crescidos e tratar bem deles com uma boa hidratação e cuidados adequados à idade. E não se esqueçam, para a prevenção e tratamento dos pés é crucial a ajuda de um profissional de saúde especializado.

Cuidem bem da saúde dos pés dos vossos filhos. Eles agradecem!"

Podologista Joana Silva

05 janeiro 2016

Bem-vindo 2016 - Que a força esteja comigo!!!

Bem-vindo 2016, que nos tragas boas energias, muito trabalho, muitos momentos de descanso (também merecemos) e que sejas repleto de alegria, paz e amor (já pareço aquelas modelos nos concursos de Miss Mundo com o que desejam para o mundo, eheheheh).

Este ano que terminou foi um ano intenso! Fui mãe pela primeira vez e durante todo este tempo tem sido um descobrir de coisas, uma aprendizagem diária e constante. Percebi que nós mães somos capazes de coisas que nunca antes tínhamos pensado, nunca antes imaginamos. É intenso, cansativo, exigente, emotivo, mas ao mesmo tempo a melhor coisa do mundo. Parece cliché, mas é mesmo!

Com tudo isso, e após voltar ao trabalho, senti que o papel de mãe é mais forte dentro de mim, mas que não posso, não devo facilitar em termos profissionais. Tenho toda a minha atenção focada na minha filha, mas também aprendi a dividir essa atenção em outras áreas fundamentais na minha vida, nomeadamente a relação com os outros e a minha profissão. É uma batalha dura, mas vencida a cada dia que passa!

A propósito dessa intensidade, e porque mal parei para descansar... a época festiva passou sem eu colocar os olhos no computador, a não ser para passar recibos que não poderiam deixar de ser passados. eheheheheh Portanto não desejei sequer um Feliz Natal nem mesmo um Feliz Ano Novo a nenhuma das pessoas que me lê ou leu nessa época. Por isso, as minhas desculpas!!! 
Espero sinceramente que o Natal de todos tenha corrido da melhor maneira, junto das pessoas que amam e que esse convívio só tenha aumentado os laços e amor entre todos.
E desejo que este novo ano que agora começou seja melhor que o anterior e traga como disse em cima muitas coisas boas! As más que eventualmente vierem, então que tenhamos força para resistir e superar... :)

2016 será concerteza mais um ano de realizações, mais um ano intenso e mais um ano com muitas alegrias. O foco é o presente, o "Agora". Aproveitar cada dia e acima de tudo ser feliz e energias positivas.

FELIZ 2016 para todos!!!!


Cumprimentos,

Podologista Joana

30 outubro 2015

O Outono já chegou!


Agora que já entramos no Outono começam a surgir dias mais frios e chuvosos o que obriga a calçar sapatos fechados, ao contrário do que acontecia até agora. É aqui que começam a surgir os problemas que até então não existiam e que os nossos pés nos dizem "trata de mim, eu estou aqui". 
Devemos ter sempre cuidados com os pés o ano todo, mas como durante grande parte do ano estes andam escondidos dentro de sapatos, botas, e meias, e porque também estão lá longe da nossa vista acabam por ser esquecidos na grande maioria das vezes (a não ser quando existem problemas que causam dor). O grande problema é que há doenças que surgem nos pés que apresentam determinado tipo de sinais, mas nem sempre sintomas. Ou seja, há problemas que se vêem mas não se sentem, como é o caso, por exemplo, de uma onicomicose (micose das unhas). Quando isto acontece, os mesmos evoluem para estados em que depois o tratamento se torna mais longo e demorado.

Portanto, face a isto, aproveito a oportunidade para chamar à atenção de todos para cuidar dos pés o ano TODO e não hesitarem em procurar ajuda em consultas de Podologia, sempre que surgir algo de anormal nos pés. Previna problemas maiores e vá preparando os seus pés para a próxima estação de Verão onde poderá mostra-los a toda a gente bonitos, mas acima de tudo saudáveis.

Não se esqueçam que os pés são parte integrante do nosso corpo e que sem eles nada fazemos... não andamos, não saltamos, não corremos...

Portanto, deixo uma frase que gosto particularmente:

"Já olhou para os seus pés hoje?" 

Vá, espreite lá para os seus pés e veja se não estará mesmo a necessitar de tratar... aquela unha que as vezes incomoda... aquela dor pontual que de vez em quando aparece... aquele zona avermelhada que incomoda e não fica bonito... aquele calo feio que nem sempre dói mas que incomoda quando usa aquele sapato bonito que tem guardado no armário, ou aquela pela seca que por mais creme que coloque nunca desaparece... etc!

Cuide dos seus pés junto de profissionais especializados e com a formação adequada.

A podologista,
Joana Silva

18 julho 2015

Acesso e Exercício da profissão de Podologista - lei nº 65/2014

A 28 de Agosto foi aprovada uma lei que estabelece o regime de acesso e de exercício da profissão de podologista no setor público, privado ou no âmbito da economia social, com ou sem fins lucrativos, bem como da emissão do respetivo título profissional. Com isto, a Podologia ganha uma forma diferente. Não que agora se vá começar a exercer esta profissão de forma mais competente e profissional. Essa competência e esse profissionalismo já existiam e continuará a existir com o mesmo afinco e exigência, como qualquer área da Saúde deverá ter e deverá cumprir. O que esta lei vem fazer é colocar esta área da Saúde numa linha mais definida, pois até agora não existia esta definição com formato de lei. Veio também salvaguardar os podologistas que com orgulho e profissionalismo exercem esta profissão, de modo a que mais ninguém consiga usar indevidamente este título (como infelizmente se vê de vez em quando) e também salvaguardar os pacientes que procuram a Podologia como recurso para a resolução de algum problema que apresentem de modo a assegurar que quem o está a tratar tem a devida formação para o fazer.

Depois de anos de luta mas esperança sempre presente, um dos objectivos mais desejados pela Podologia e pelos podologistas está cumprido... para que a Podologia ganhe ainda mais peso na vida das pessoas e que estas percebam que a Podologia é uma área da SAÚDE importante e indispensável!!!

Nunca é demais lembrar (para os mais distraídos) que a PODOLOGIA e os PODOLOGISTAS não cortam apenas unhas, não limam calos... Tratamos da saúde dos pés para prevenir males maiores e problemas sérios. Problemas como o Pé Diabético (ex. úlceras que poderão estar associadas ou prevenir o surgimento das mesmas), garantimos um bom acompanhamento da evolução da marcha em crianças, potenciamos a performance em desportistas através de uma correta e profissional avaliação biomecânica com eventual aplicação de Ortóteses Plantares (a.k.a. "Palmilhas personalizadas"), evitamos a evolução ou tratamos, em casos de já existência, de problemas ungueais como onicocriptoses (unhas encravadas), onicomicoses (unhas com micose), dermatopatias (problemas de pele), etc. De notar que a Podologia pode também, com uma boa avaliação perceber se existem problemas vasculares e até neurológicos encaminhando para as especialidades médicas específicas esperando com isso fazer um trabalho multidisciplinar. Claro está que a Podologia é isto e muito mais! 

http://www.podologistajoana.pt/podologia.html

http://www.podologistajoana.pt/patologias.html

Nós profissionais de Saúde, nós Podologistas pensamos sempre no bem estar do paciente, daquele que nos procura, muitas vezes já sem saber o que fazer. É para eles que batalhamos diariamente, é para eles que queremos evoluir e sermos mais e melhores todos os dias.

SOU PODOLOGISTA COM ORGULHO E PRAZER!!!

Parabéns à PODOLOGIA!!


A vossa podologista,

Joana Silva

O início de uma nova etapa!

Boa noite,

Desde Janeiro que não escrevo nada neste blog que criei com o intuito de falar sobre a Podologia. A razão é que estava grávida e com todos os preparativos para a chegada do novo membro à família e todos os preparativos para a minha ausência nas clínicas onde trabalho, acabei por colocar um pouco de lado este blog.


Em Março nasceu a minha pimpolha e desde então usufruo da minha licença de maternidade dedicando-me exclusivamente a ela e ao seu bem-estar. Considero-me uma mãe relaxada, descontraída mas muito dedicada. Para mim é prioridade que ela esteja bem, não descuidando do meu bem-estar porque, afinal, se eu não estiver bem ela também não estará.
Tinha planeado fazer vários textos para publicar no blog durante a minha licença (que está quase a terminar), mas erro meu pensar que teria tempo para o fazer! Sou mãe de primeira viagem e nunca imaginei que desse este trabalho.... trabalho bom este...!!! Bom, mas cansativo... E sorte a minha que a pimpolha é super calma e super serena, dando-me boas noites e apenas "chorando" quando tem fome ou se estiver muito mal (coisa que poucas vezes aconteceu). Sim, sou uma sortuda!!! No entanto, não deixo de ter várias coisas para fazer e quando acho que tenho tempo porque ela está a dormir, assim que me sento ao computador ou até apenas a relaxar a ler um livro ela acorda e quer conversa... eheheheh....

Daqui a 1 mês e meio volto ao trabalho e as coisas irão mudar. Não estou ansiosa, nem nervosa, nem triste mas expectante. Porque não sei como vou reagir ao facto de me ausentar de casa por tanto tempo e saber que parte do dia será passado sem ela! Será difícil, talvez mais difícil para mim do que para ela, mas será! 

Mas confesso, começo a sentir algumas saudades dos meus pézinhos, de ver a cara de alívio das pessoas que me procuram e vêm os seus problemas resolvidos, do desafio que às vezes pode ser encontrar uma solução para um problema mais complicado ou mais delicado... Enfim...

Esta será toda uma nova fase... Até agora de descoberta do que é ser mãe (a tempo inteiro) e daqui a uns tempos do que é ser mãe trabalhadora.

Hoje, que consegui vir cá após a conseguir adormecer (ela anda um pouco mais "resmungona" que o habitual), decidi que apesar de tarde tinha de escrever aqui.

Até uma próxima, que espero ser breve!

A vossa podologista,
Joana Silva

15 janeiro 2015

2015 chegou...

Olá a todos os leitores,

Queria antes demais pedir desculpas pela minha falha no mês passado. Não deixei aqui uma única mensagem de Natal nem de Ano Novo. Tive um mês bem complicado e cheio com mudanças de casa e rotinas e problemas para resolver inerentes a essas mesmas mudanças entre uma série de questões que me levavam a adiar a colocação de posts no blog. No entanto nunca deixei de pensar no blog e por isso, agora que tudo acalmou um pouco venho aqui fazer o papel que deveria ter feito.

Espero sinceramente que tenham passado um Feliz Natal e um Próspero Ano de 2015!!


Que este ano que iniciou traga muitas coisas boas!

E não se esqueçam... cuidem sempre dos vossos pés.

A vossa podologista,

Joana Silva

www.podologistajoana.pt
apodologista@gmail.com

30 novembro 2014

A Prevenção como solução!

Caros leitores, 

Cruzei-me com esta noticia, que me impulsionou a partilha-la com vocês, visto que mostra um pouco do que a diabetes causa e o que se pode fazer para evitar problemas associados à mesma.
Como ainda estamos no mês da Diabetes, e porque nunca é tarde para chamar à atenção deste tipo de assuntos... deixo-vos o link do video associado à noticia.

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=754143&tm=2&layout=122&visual=61

                       

Para todos os diabéticos e não só, não se esqueçam que a diabetes não é uma doença incapacitante e nem os portadores da mesma têm de ser diferentes dos demais, muito menos terem vidas mais dificultadas. É possível, sim, ter uma vida perfeitamente normal, igual a toda a gente, com a Diabetes. Apenas tem de haver um maior controlo dos hábitos do dia-a-dia... muitas vezes um controlo que também deveria haver em qualquer pessoa, mas que nestes doentes não pode de todo ser descurada. E a razão é simples... Nunca devemos descurar da nossa saúde se queremos manter uma boa qualidade de vida, mesmo que dentro de determinados parâmetros.

Cuidem-se através da PREVENÇÃO!!!

Porque na maioria das vezes "a melhor cura é a prevenção".

A vossa podologista,

Joana Silva

www.podologistajoana.pt
apodologista@gmail.com